Ir para a capa Entrar em contato
    Buscar por:
    Web
    Camaçari Notícias
Camaçari, 01 de Outubro de 2014

O que você acha pior em uma campanha eleitoral?








BAHIA
Quarta-feira, 11 de Março de 2009

Eric Mazzone e sua etnia sonora na Festa de Arembepe

Júnior Clemente p/ o Cn1

O Palco da Cultura - um espaço que vem se tornando tradicional na Festa de Arembepe, tem conquistado um público cativo e tem se consolidado como um dos ambientes mais interessantes do evento mais famoso do Litoral Norte da Bahia trará, na edição de 2009, o cantor Eric Mazzone no show “Identidade Coletiva”.

Natural de Camaçari-Ba, Mazzone sempre soube que a música era o seu lugar. Desde criança, mostrava talento e vocação para tal. Ainda “menino pequeno”, como ele mesmo diz, ganhou seu primeiro violão, instrumento a partir do qual pôde desenvolver seu dom.

A sua primeira experiência profissional veio aos 17 anos, quando participou da “7 Barbas”, banda de rock-pop, com trabalho autoral, que obteve notoriedade em Camaçari. Daí em diante não parou mais. Fundou a banda “Pernas Cabiluda”, que misturava rock´n roll com cultura popular. Com esta banda, conseguiu grande visibilidade na cena alternativa de Camaçari. Com o fim da “Pernas”, se lançou na carreira solo e, assim, ampliou o reconhecimento e o respeito que tinha da comunidade camaçariense e vem se firmando como artista pesquisador e de talento na cidade.


Por conta desta visibilidade e reconhecimento artístico no cenário local, foi convidado para uma das edições do programa Decola, da TV Cultura, transmitido em âmbito nacional, gravado em Camaçari-Ba. Em sua participação, Mazzone fez o papel de “anfitrião”, apresentando grupos de dança, hip hop, skatistas e grafiteiros da cidade, bem como o seu trabalho autoral. Também participou do programa, de alcance regional, Na Carona, da Rede BahiaTV Globo, juntamente com Bule-Bule (importante repentista baiano, que reside em Camaçari) e seus companheiros integrantes da “Pernas Cabiluda”. Eric Mazzone, nas suas composições, tem como influência e inspiração a black music, o movimento Manguebeat, o rock e o melhor da música popular brasileira.



Participou de grandes festivais internacionais (no período em que residiu na Europa), dentre eles Montreux Jazz Festival (Suíça), Zurichfest (Suíça), Tübigan (Alemanha), além de importantes eventos locais e regionais, como duas edições da Semana da Cultura de Camaçari e o Unifest (Salvador e região), dentre outros.



Ainda, dividiu palco com nomes consagrados da música brasileira, como Chico César, Jauperi, Bule Bule, Raimundo Sodré e Tamima Brasil (ex-percussionista de Cássia Eller).



Além do seu trabalho autoral, alimentado de todas as suas influências e da mistura de ritmos afro-baianos e batidas funkeadas, traz, também, uma proposta de releitura inovadora da Música Popular Baiana de artistas e grupos, como Ilê Ayê, Tom Zé, Carlinhos Brown e Gerônimo.

Com talento e identidade própria, Eric faz parte de uma nova geração de músicos do município e tem influenciado bastante a cena local, criando uma verdadeira etnia sonora.

  


Voltar



  • Para receber notícias basta digitar seu e-mail


www.camacarinoticias.com.br     -     © Todos os direitos Reservados        -
Click5 - Marketing e Soluções Interativas