Ir para a capa Entrar em contato
    Buscar por:
    Web
    Camaçari Notícias
Camaçari, 31 de Outubro de 2014

Você se sente preparado para uma situação real de vazamento de gás no Polo Industrial de Camaçari?









CAMAÇARI
Sábado, 01 de Setembro de 2012

Melhorar o trânsito e o transporte coletivo de Camaçari é o grande desafio para o próximo prefeito

Cn1

O sistema de trânsito da cidade e o transporte público são hoje, dentre os problemas urbanos de Camaçari, um dos que mais gera descontentamento na população.

Quanto mais a cidade cresce em número de habitantes, o transporte coletivo de Camaçari cada vez recebe mais queixas dos usuários. Este é, sem dúvida, o maior desafio para o próximo prefeito que será eleito no dia 7 de outubro e começa a governar em janeiro de 2013.

Propostas para melhorar este gargalho que incomoda milhares de moradores, deverão vir já na campanha eleitoral e aquele candidato que apresentar a melhor solução, o melhor projeto, com certeza vai ganhar um bom número de votos.

Recentemente o Ministério Público, a Prefeitura e as empresas que operam o transporte coletivo na cidade assinaram um Termo de Ajuste de Conduta (TAC), com objetivo de melhorar o sistema e reduzir as reclamações da comunidade, no entanto como a solução não é imediata, esta questão deverá nortear o debate eleitoral que se avizinha, pois a comunidade tem pressa.

No mesmo sentido, o trânsito na cidade, também gera muitas reclamações por parte de condutores e pedestre que cobram uma revisão completa no sistema que é considerado ultrapassado, bem como, uma maior fiscalização por parte das autoridades competentes para evitar desrespeito às leis de trânsito por parte dos maus motoristas.

Enfim, todos têm o mesmo objetivo: um trânsito e um transporte coletivo de boa qualidade que agrade a comunidade.

Veja algumas reclamações dos usuários de transporte:


“Sabemos que o transporte público de Camaçari nos tempos atuais é um dos grandes absurdos que a população tem enfrentado. Mas é necessário reclamar quantas vezes preciso for. Os ônibus estão sempre extremamente lotados , é uma falta de respeito com a população.


Particularmente já entrei em contato com a secretária de transporte. Mas não obtive retorno. A população clama por solução e os órgãos competentes se fazem de surdos. Gostaria que o responsável pela STT utilizasse os transportes público especial Centro x Gravatá, para que ele experimentasse do próprio veneno.“



“Gostaria de pedir mais compromisso nos horários do transporte coletivo que abrangem o bairro Gravatá. Há alguns meses, apenas os transportes das cooperativas estão servindo ao bairro, os moradores que saem para trabalhar pela manhã estão sofrendo, pois os ônibus/micro só estão vindo lotados e não estão suprindo a necessidade do bairro.

Se algum tipo de fiscalização vir entrevistar os moradores do bairro quanto à satisfação do transporte coletivo, verão quão insatisfeitos estão os moradores por ter apenas a cooperativa como opção de transporte. Os ônibus demoram a passar nos pontos cerca de 30 minutos e quando aparecem estão cheios! “



“Ônibus lotados, motoristas distraídos com sons altos, freadas bruscas, carros sem manutenção. Enfim, pagamos R$1,90 muitas vezes para uma locomoção em um trecho pequeno por exemplo (Incoop-Bompreço, ou rodoviária) e na maioria das vezes nos horários de "pico" não temos lugar nem para sentar nos ônibus. Penso que a população ainda não se conscientizou que não é de interesse dos beneficiados com esse modelo de transporte atualmente adotado, a melhoria dos mesmos.


Portanto, é preciso que a população se faça respeitar e se existir uma alternativa, não pegue o ônibus lotado! Não se exponha. Proteste! Não aceite sua exposição ao risco. Porque os que esperam sua chegada, espera que você chegue bem e seguro!"


"Eu moro no bairro Bomba e trabalho no INOCOOP, não entendo porque o coletivo não dá para vir para o trabalho, pois ele passa 7h20 e para chegar no TIR é mais ou menos uma hora e meia. Eu já peguei por causa da chuva e me arrependi.


O motorista para em cada esquina do Gravatá e Gleba A, isso é inadmissível. Por que não um transporte só para Bomba, Ficam e Mangueiral.


Na volta eu saiu às 17h30 e só consigo pegar neste horário ônibus lotado e é dos pequenos, em outros horários passam só ônibus grandes. Quando chego ao TIR 17h40 só consigo pegar o Bomba 18h25, eu já cheguei a esperar 1 h e meia no TIR.


E não é porque não têm passageiros, pois o ônibus lota quando ele aparece. Isso é muito lamentável para uma cidade como a nossa. Queremos solução."


"Venho através desta nota desabafar minha insatisfação diante do que nos residentes de Camaçari estamos enfrentando com a mudança nos transportes públicos.


Todos os dias que preciso recorrer a este meio de transporte passo por situação desagradável de ir e vir em pé, correndo risco de me machucar na hora de realizar pagamento da passagem, pois, os motoristas na maioria das vezes, não se preocupam muito com a segurança dos passageiros.

Gostaria muito de saber se a Secretaria de Transporte tem algum projeto para poupar a classe trabalhadora que merece respeito e segurança na hora de ir e vir de seu trabalho."



  


Voltar



  • Para receber notícias basta digitar seu e-mail


www.camacarinoticias.com.br     -     © Todos os direitos Reservados        -
Click5 - Marketing e Soluções Interativas