Ir para a capa Entrar em contato
    Buscar por:
    Web
    Camaçari Notícias
Camaçari, 21 de Agosto de 2014

Qual é a sua opinião sobre a Polícia em Camaçari?








CAMAÇARI
Terça-feira, 07 de Junho de 2011

Custo de vida em Camaçari preocupa trabalhadores

Henrique da Mata/CN1

Muitas pessoas em busca de estabilidade financeira e inserção no mercado formal de trabalho trocam o seu lar para tentar a vida em outras cidades. Em Camaçari, o número de pessoas que vem de outras partes para trabalhar é muito grande, principalmente pelo potencial industrial que tem a cidade, por abrigar grandes empresas do setor, instaladas no Pólo Petroquímico. Contudo, as dificuldades de se instalar na cidade vêm logo em seguida: aluguel, mercado, transporte, lazer e outras necessidades. Tudo isso, no final das contas, pesa no bolso do trabalhador.

Desde que deixou a cidade de alagoinhas para trabalhar com o tio em uma loja especializada em manutenção de computadores, Alan dos Santos tem sentido na pele as consequências de viver e se sustentar sozinho em Camaçari. “Quando eu resolvi vir pra cá não coloquei na balança essa diferença de custo de vida na cidade, é realmente pesado”, diz.

Para ele fica mais difícil ainda se organizar financeiramente, já que a maior diferença em seu salário está aliada ao resultado da produção. A cada serviço que ele faz, uma parte do valor cobrado é destinada à comissão somada ao salário no fim do mês. “Se eu não conseguir fechar muitos serviços o dinheiro vem seco e já fica mais difícil bancar tudo, aluguel, compras do mês, é complicado”, explica.

Alan tem pouco tempo em Camaçari, oito meses, mas já está pensando em retornar para sua cidade. Segundo ele, não vale a pena ficar na cidade ganhando um salário, apesar da comissão. “Que nada. Só de aluguel eu pago duzentos e cinquenta reais, mais energia, água, comida e lazer, é muito pouco”, conta.

Quando foi às compras pela primeira vez, Alan confessa que ficou perplexo com a diferença nos preços dos alimentos. “Nossa! Aqui é tudo muito caro. Tem coisas que eu compro aqui em Camaçari e quando chego em Alagoinhas encontro bem mais barato. Até em Salvador é mais barato de se viver do que aqui”, ressalta.

Quando começou a trabalhar em Camaçari, em 2009, a jornalista Larissa Souza chegou a pensar em dividir uma casa com alguns amigos, mas desistiu depois que percebeu que o custo de vida na cidade é alto. “Eu pensava em me fixar aqui quando eu me formasse na faculdade, mas depois eu vi que não valia à pena fazer isso por causa do custo de vida. Principalmente aluguel que é muito caro aqui”, conta.

Hoje, Larissa prefere ir e voltar todos os dias para Salvador. “É bem mais cansativo para mim e eu acabo perdendo quase o dia inteiro, mas sai mais em conta para mim, porque eu não preciso gastar com aluguel e alimentação. O que eu ajudo em casa nem se compara ao que eu gastaria morando aqui”, completa.




  


Voltar



  • Para receber notícias basta digitar seu e-mail


www.camacarinoticias.com.br     -     © Todos os direitos Reservados        -
Click5 - Marketing e Soluções Interativas